Publicado em 15/11/2019 às 13h40.

TJ-SP determina bloqueio de passaporte do ex-jogador Roberto Carlos

Ex-atleta foi condenado em 2011 ao pagamento de uma indenização a Élio Aparecido de Oliveira, seu ex-empresário

Redação
roberto carlos foto divulgacao cbf
Foto: Divulgação / CBF

 

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou o bloqueio do passaporte do ex-jogador Roberto Carlos, pelo não pagamento de uma indenização a Élio Aparecido de Oliveira, seu ex-empresário, segundo o Extra.

Élio foi preso após ser condenado pelo assassinato do advogado Humberto da Silva Monteiro e pela tentativa de homicídio do radialista Josué Soares Dantas.

Em 2009, durante uma participação no programa Raul Gil, Roberto Carlos fez várias críticas ao ex-empresário, que o processou.

Em 2011, quando atuava pelo Corinthians, o ex-atleta foi condenado a pagar uma indenização de R$ 25 mil, com juro de mora de 12% ao ano.

Em julho do ano passado, com o montante já corrigido, a Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de R$ 77 mil em bens do ex-jogador, que se recusou a pagar a indenização. Diante do imbróglio, Élio pediu a apreensão do passaporte de Roberto Carlos.

Relatora do processo na 4ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP, a desembargadora Márcia Regina Dalla Déa Barone considerou a medida “perfeitamente cabível”, já que foram esgotados os recursos do ex-jogador, que, mesmo com “notória capacidade financeira, continua se furtando de sua obrigação”.

PUBLICIDADE