Publicado em 08/10/2019 às 09h31.

Após polêmica sobre Gilmar, Janot lança livro em evento esvaziado em SP

Ex-procurador-geral vendeu 43 exemplares durante sessão de autógrafos na noite de segunda-feira

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot lançou seu livro, “Nada Menos que Tudo”, num evento esvaziado na noite desta segunda-feira (7), em São Paulo. Foi sua primeira aparição em um evento após a polêmica envolvendo entrevistas que ele deu para divulgar a obra.

Se há duas semanas ele disse que entrou armado em 2017 no Supremo Tribunal Federal com intenção de matar Gilmar Mendes —fala que provocou reações das classes política e jurídica—, desta vez Janot ficou calado. “Hoje é só palavra escrita”, limitou-se a dizer, segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

De acordo com jornal, o ex-PGR esteve na Livraria da Vila, nos Jardins, bairro nobre da capital paulista, para autografar exemplares do livro de memórias feito por ele em depoimento aos jornalistas Guilherme Evelin e Jailton Carvalho.

Apesar do barulho anterior ao lançamento da obra, poucas pessoas formaram uma fila para pegar a rubrica do ex-procurador, que vendeu apenas 43 dos 550 exemplares disponíveis na noite.

A maioria dos presentes era de jornalistas, seguranças e funcionários da editora Planeta, responsável pelo livro.

Conforme a Folha, Janot chegou atrasado. A sessão de autógrafos foi marcada para as 19h, mas ele se sentou na cadeira no fundo da livraria 21 minutos depois. Às 19h43 já não havia mais ninguém na fila. Depois, alguns leitores foram chegando a conta-gotas.

Não esteve presente nenhuma grande autoridade do Judiciário ou mesmo do Ministério Público Federal, que ele comandou entre 2013 e 2017.

No andar de cima da livraria, o lançamento de um livro de direito empresarial juntou mais gente.

Antes das 20h todos os 100 exemplares de “Direito empresarial – Estudos Jurídicos em Homenagem a Maria Salgado”, organizado por Graziela Amaral e Luciana Santos, já tinham sido vendidos.

PUBLICIDADE