Publicado em 04/10/2016 às 11h49.

Clésio Carrilho e Daisy Lago são alvos de operação no TJ-BA

Desembargadores aposentados do Tribunal de Justiça da Bahia são investigados na Operação Leopoldo, deflagrada pelo Ministério Público da Bahia

Magali Paterson

TJ-BA

 

Os desembargadores aposentados do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) Clésio Carrilho e Daisy Lago são alvos da Operação Leopoldo, deflagrada nesta terça-feira (4), pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Além dos dois magistrados, três advogados foram conduzidos coercitivamente durante a ação, que apura um esquema de cobrança de propina em causa julgada pela Corte:Marcos Carrilho, filho de Clésio, Dóris Lago Ribeiro Cortizo, irmã de Daisy, e Edilson Vieira dos Santos.

De acordo com o MP, as autoridades judiciais, quando ainda trabalhavam, teriam cobrado vantagem ilícita para proferir decisão favorável em uma ação que tramita no TJ, o que teria envolvido o pagamento de mais de R$ 500 milhões.

PUBLICIDADE