Publicado em 19/04/2022 às 17h45.

Doleira Nelma Kodama é presa em Portugal durante operação da PF

Operação da PF contra tráfico internacional de drogas também cumpre mandados na Bahia

Redação
Foto: Globo News
Foto: Globo News

 

A doleira Nelma Kodama, conhecida por condenação na Operação Lava-Jato e investigações ligadas à receptação de joias roubadas, foi presa na manhã desta terça-feira (19), em Portugal , durante uma operação da Polícia Federal contra o tráfico internacional.

Ela é suspeita de atuar como doleira para o narcotráfico e chegou a ser condenada na Operação Lava Jato. Segundo o G1, o advogado Adib Abdouni, que diz ainda não ter sido constituído oficialmente como defensor de Nelma, diz que “a princípio não há elementos para manutenção da prisão”.

Segundo ele, “pelo que está nos autos a prisão preventiva se baseia na necessidade de que os investigados se mantenham em cárcere porque os mesmos viajam frequentemente ao exterior”. O advogado também representa Rowles Magalhães, também preso na operação desta terça.

Outras cinco pessoas foram presas no Brasil, entre elas o ex-secretário estadual de ciência e tecnologia de MT, Nilton Borgato, que se licenciou do cargo para disputar uma vaga de deputado federal. O ex-secretário está na Polícia Federal e deve ser encaminhado para o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) enquanto aguarda o agendamento da audiência de custódia.

A operação, batizada de Descobrimento, cumpre nove mandados de prisão na Bahia – onde a operação foi iniciada –, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e Pernambuco e dois mandados de prisão em Portugal.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.