Publicado em 26/07/2021 às 16h23.

Falta de pagamento de salários de servidores motiva MP a acionar município de Itagimirim

Na ação, o MP requer, em caráter liminar, que a Justiça determine o bloqueio da quantia de R$ 318.390,68 dos recursos municipais

Redação
Foto: Ascom - Prefeitura de Itagimirim
Foto: Ascom – Prefeitura de Itagimirim

 

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), por meio do promotor de Justiça Dinalmari Mendonça, ajuizou ação civil pública contra o Município de Itagimirim em razão de falta de pagamento do salário dos servidores referente ao mês de dezembro e o 13º salário de 2020.

Na ação, o MP requer, em caráter liminar, que a Justiça determine o bloqueio da quantia de R$ 318.390,68 dos recursos municipais, provenientes do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto Sobre Serviços (ISS), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Taxa de Licença de Funcionamento (TLF) e outras receitas municipais, para viabilizar o pagamento dos salários atrasados dos servidores municipais.

‘Esses bloqueios devem ser feitos na proporção de 60% das receitas entrantes nos bancos’, destacou o promotor de Justiça.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.