Publicado em 24/03/2020 às 14h38.

Faroeste: PF apreende R$ 250 mil na casa de desembargadora do TJ-BA

Corrupção cometida por desembargadora aconteceu quando a Operação já estava em curso

Redação
Foto: Reprodução / TV Globo
Foto: Reprodução / TV Globo

A Polícia Federal apreendeu nesta terça-feira (24), R$ 250 mil na casa da desembargadora Sandra Inês Rusciolelli, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

A 5ª fase da Operação Faroeste, que apura um suposto esquema de venda de decisões judiciais na Corte. Sandra Inês Rusciolelli presa durante a operação.

A Polícia Federal gravou e monitorou acertos de propina e entrega de dinheiro de R$ 1 milhão para a desembargadora conceder uma decisão em janeiro deste ano. A Operação Faroeste já estava em curso e os magistrados presos.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), pediu o afastamento da magistrada “não visa apenas a resguardar a imagem do Judiciário do Estado da Bahia, mas sim, primordialmente, a dar segurança ao jurisdicionado de que não serão julgados por pretora suspeita, acusada de venda de sentença e de integrar organização criminosa”.

PUBLICIDADE