Publicado em 05/03/2017 às 12h30.

Mãe de Eliza Samudio recorre contra soltura de Bruno

No pedido, Sônia Moura afirma que a liberdade do goleiro põe em risco sua integridade física e de seu neto

Redação
Foto: Bernardo Salce/ Agência 17 | Estadão Conteúdo
Foto: Bernardo Salce/ Agência 17 | Estadão Conteúdo

 

A mãe da atriz Eliza Samudio, Sônia de Fátima Marcelo da Silva de Moura, recorreu contra a soltura do goleiro Bruno, determinada no último dia 24 de fevereiro pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello.

No entendimento do ministro, Bruno tem direito de esperar o julgamento de recursos em liberdade, por haver excesso de prazo na prisão. O goleiro foi detido em janeiro de 2010 acusado de ordenar o assassinato de Eliza.

A mãe da vítima apresentou o recurso contra a decisão de Marco Aurélio na condição de assistente de acusação, que atua junto com o Ministério Público no processo contra Bruno.

No pedido, Sônia afirma que a liberdade do goleiro põe em risco a segurança e paz social, além de sua própria integridade física e de seu neto, filho de Bruno com Eliza.

 

“O paciente [goleiro Bruno] não só oferece risco, como também já manifestou seu interesse que colocar as mãos na vítima Bruno Samudio de Souza [filho do goleiro com Eliza] e, teme a embargante [Sônia] que possa ocorrer com seu neto e consigo mesma, o que aconteceu com sua filha, ser morta”, diz trecho do recurso. Informações do G1.

PUBLICIDADE