Publicado em 02/03/2017 às 16h20.

Mais de 31 mil eleitores poderão ter títulos cancelados em Salvador

Eleitores terão que comparecer ao cartório até o dia 2 de maio para regularizar a situação na Justiça

Redação
Foto: Paulo Almeida/Divulgação
Foto: Paulo Almeida/Divulgação

 

Mais de 31 mil eleitores de Salvador deverão comparecer aos cartórios da Justiça Eleitoral para regularização de pendências, sob pena de ter o título cancelado.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), na capital baiana, a anulação pode acontecer porque esses eleitores deixaram de votar nas três últimas eleições (cada turno eleitoral é considerado uma eleição para efeito de cumprimento da norma).

Eleitores listados como “faltosos” têm até o próximo dia 2 de maio para regularizar as pendências e evitar o cancelamento do título.

O cidadão deverá apresentar documento com foto que comprove sua identidade, título eleitoral e, a depender de cada caso, comprovante de votação, de justificativa, de recolhimento de multa e/ou de dispensa de recolhimento.

O não comparecimento ao cartório eleitoral para comprovação da situação correspondente, no prazo de 60 dias, contados a partir desta quinta-feira (2), implicará no cancelamento automático do título de eleitor, a ser efetivado de 17 a 19 de maio deste ano. A relação de eleitores com inscrições passíveis de cancelamento poderá ser consultada nos cartórios eleitorais.

Recadastramento – Os eleitores de Salvador que estiverem em seu domicílio eleitoral e que ainda não fizeram o recadastramento biométrico obrigatório, poderão também realizar o procedimento.

PUBLICIDADE