Publicado em 25/10/2020 às 11h00.

MPF inicia investigações contra condomínio de luxo em Praia do Forte

Motivo seria por conta de obra em pista

Redação
Foto: Reprodução/OLX
Foto: Reprodução/OLX

 

O Ministério Público Federal (MPF) iniciou investigações contra o empreendimento “La Laguna”, nos municípios de Praia do Forte e Imbassaí, em Mata de São João, para apurar supostos crimes ambientais. O condomínio está sendo construído pela construtora Realeza,

No documento publicado no fim de setembro, o MPF alega que o objetivo é “apurar a potencial degradação ao meio ambiente em decorrência da construção de uma ligação viária entre Praia do Forte e Imbassaí, no Município de Mata de São João-BA”, e determina que a prefeitura de Mata de São João se pronuncie no prazo de 30 dias sobre a regularidade da construção.

Considerado de alto padrão, o condomínio já possui lotes à venda. O MPF determina ainda que a Superintendência do Patrimônio da União na Bahia (SPU-BA) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) prestem esclarecimentos acerca das obras.