Publicado em 24/08/2016 às 17h05.

OAB-BA decide na sexta se entra na Justiça contra lei que proíbe o Uber

Sessão vai discutir inconstitucionalidade da lei municipal; Parecer já foi entregue

Redação

C

 

O Conselho Pleno da OAB da Bahia se reúne nesta sexta-feira (26), em sessão institucional, e tem como pauta principal a Lei 9.066, que proíbe o transporte remunerado individual de pessoas por veículos particulares cadastrados em aplicativos, como o Uber.

O colegiado vai decidir se entra ou não na Justiça para questionar a constitucionalidade da lei. O relator do parecer é o conselheiro Gustavo Moris, que já entregou o documento ao presidente da seccional, Luiz Viana Queiroz. Moris considera a lei inconstitucional porque trata de transporte privado, o que é de competência da União, e proíbe o exercício de uma atividade econômica.

O Projeto de Lei, de autoria do vereador Alfredo Mangueira (PMDB), foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de Salvador, no dia 27 de abril, e sancionado pelo prefeito ACM Neto, no dia 2 de junho.

PUBLICIDADE