Publicado em 26/10/2020 às 21h20.

PF e STF poderão ajudar Justiça Eleitoral contra fake news, avalia Moraes

Relator de inquérito das fake news no STF, ministro Alexandre de Moraes avalia que investigações dão expertise à Justiça

Redação
Alexandre de Moraes, ministro do STF (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Alexandre de Moraes, ministro do STF (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

 

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) avalia que as investigações da Polícia Federal e do STF poderão ajudar a Justiça Eleitoral no combate às milícias digitais. Nesta segunda-feira (26), o ministro participou de evento organizado pela Associação Brasileira de Direito Constitucional sobre a democracia.

O relator do inquérito aberto em março de 2019 para investigar disseminação de fake news e ataques a autoridades na internet afirmou, segundo informações do G1, que existe por parte da Justiça expertise em razão da investigação há mais de um ano.

“É possível fazer o caminho inverso, com essa expertise que se amealhou com base nas investigações, para que nós efetivamente possamos responsabilizar aqueles que utilizando as redes com abuso de poder político, com abuso de poder econômico, queiram colocar em risco as regras democráticas, o equilíbrio das eleições, da democracia, prejudicando assim o nosso sistema republicano”, declarou Moraes.

O ministro disse ainda que a atuação desses “atores invisíveis” foi permitida pelo sistema político-eleitoral. Agora, eles agem via redes sociais e têm influência e poder de divulgação de discurso de ódio, de ataques e de destruição.