Publicado em 23/01/2020 às 17h23.

PGR é contra pedido de Suzane von Richthofen para censurar biografia

Obra traz detalhes da vida de Suzane após condenação pelo assassinato dos pais em 2002

Redação
Foto: Bruno Pellegrini/ TV Vanguarda
Foto: Bruno Pellegrini/ TV Vanguarda

 

A Procuradoria-Geral da República se manifestou contra o pedido de censura, feito por Suzane von Richthofen, ao livro que narra sua história. A biografia “Suzane – Assassina e Manipuladora” foi escrita pelo jornalista Ulisses Campbell e traz detalhes da vida de Suzane na prisão.

Suzane von Richtofen foi condenada a 39 anos de prisão depois de ter arquitetado o assassinato dos seus pais, Manfred e Marisia von Richthofen, em 2002. Seu então namorado, Daniel, e o irmão dele, Cristian Cravinhos, também participaram do crime.

De acordo com informações da coluna Radar, da Veja, o procurador-geral Augusto Aras alegou que o argumento de que a obra literária conteria dados extraídos do processo que tramita em segredo de Justiça não é suficiente para impor censura judicial. A manifestação foi encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF), que já havia cassado decisão de um juiz da Comarca de São José dos Campos, que favorecia Suzane.

PUBLICIDADE