Publicado em 20/08/2019 às 12h34.

Simpósio de Direito Tributário discute reflexos do CPC 2015

Juiz federal e procuradora da Fazenda Nacional foram os palestrantes

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Os impactos do Código de Processo Civil (CPC) de 2015 no âmbito do Direito Tributário foram debatidos na última sexta (17) em curso promovido pelo escritório Mota Fonseca e Advogados, em Salvador. O escritório, atuante na área fiscal há mais de 20 anos, decidiu celebrar o dia do advogado investindo na capacitação e atualização de sua equipe e clientes, com um curso voltado a refletir as principais mudanças proporcionadas pela nova norma, que está em vigor desde 2016.

O curso foi ministrado pelo Professor e Juiz Federal/SP, Paulo César Conrado, e pela Professora e Procuradora-Chefe da Fazenda Nacional/SP, Juliana Furtado, juristas renomados nacionalmente e com bastante propriedade para abordar o tema. De acordo com Fernanda Taboada, sócia do Mota Fonseca, a iniciativa é fruto de um projeto que deve se repetir nos próximos anos. “Além da comemoração usual, resolvemos investir em um bate-papo muito técnico, aprofundado sobre os desafios do CPC e seus reflexos”, afirmou.

Também sócia do escritório, Maria Cláudia Sampaio viu na atividade uma forma de motivar a equipe. “Dentro da nossa missão como escritório, a atividade atende a uma das nossas premissas, que é ter uma equipe sempre atualizada e antenada com as discussões centrais do Direito, sobretudo Tributário”.

PUBLICIDADE