Publicado em 25/01/2021 às 09h27.

Três evangélicos disputam vaga que será aberta no STF em julho

Juízes de primeiro grau costumam ser preteridos na disputa

Redação
Foto: José Cruz / Agência Brasil
Foto: José Cruz / Agência Brasil

 

A promoção do juiz federal carioca William Douglas dos Santos a desembargador no Tribunal Regional Federal da 2ª Região, prevista para o mês de fevereiro, vai expor mais um lance da disputa silenciosa que acontece nos bastidores pela próxima vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), a ser indicada em julho, após a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello. A informação é do jornal O Globo.

Segundo a publicação, juízes de primeiro grau costumam ser preteridos na corrida que, além de William Douglas, já tem outros dois nomes se movimentando nos bastidores: o ministro da Justiça, André Mendonça, e o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins.