Publicado em 15/07/2020 às 20h20.

Tribunais de Contas do Brasil criam comitê gestor para novas tecnologias

Primeiro encontro online foi aberto por Pedro Vieira, representante dos Tribunais do Nordeste e diretor de Tecnologia da Informação, do TCM-BA

Redação
Foto: Divulgação Comitê Gestor de TI
Foto: Divulgação Comitê Gestor de TI

 

Com o objetivo de integrar e fortalecer o uso das novas tecnologias e otimizar os setores de TI – Tecnologia da Informação – dentro dos Tribunais de Contas do Brasil, surgiu o Comitê de Tecnologia, Governança e Segurança da Informação das Cortes de Contas, iniciativa de abrangência nacional, que tem como presidente, o conselheiro José Alfredo (TCM-BA).

A primeira reunião do Comitê, aconteceu no último dia 10, por meio da plataforma teams, onde foram criados Grupos de Trabalho nas áreas de Inteligência Artificial, Análise de Dados, Negócios, Governança & Compliance e Segurança da Informação, fruto de resoluções de 2019, no Rio de Janeiro.

O encontro online foi aberto por Pedro Vieira (TCM-BA), representante dos Tribunais da região Nordeste, assessor da Presidência do Comitê e diretor de Tecnologia da Informação, do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA), que destacou o propósito do trabalho em dinamizar o processo fiscalizatório.

“Nossa ideia é otimizar o uso das novas tecnologias e nessa reunião vários profissionais foram escolhidos para ingressar no grupo, melhor falando, meter a mão na massa, e buscar fazer um Brasil melhor, com a nobre tarefa que temos de fiscalizar as contas públicas”, explicou Vieira, ao bahia.ba.

A apresentação da estrutura do Comitê seguiu com Fabio Xavier, representante do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), com os protocolos de criação e divisão dos membros para os Grupos de Trabalho, com a seguinte divisão:

Inteligência Artificial – Francisco de Assis dos Santos Júnior (TCE-TO), Marcelo de Oliveira (TCM-GO) e Fabio Motta Scisinio Dias (TCE-RJ);

Análise de Dados – Licardino Siqueira Pires (TCE-GO), Alexsandre Silva (TCE-CE) e Marcelo de Oliveira (TCM-GO);

Negócios – Alexsandre Silva (TCE-CE), Allan Bezerra (TCE-AM) e Wallace da Silva Pereira (TCE-SC);

Governança – Douglas Avedikian (TCE-MS) e Ana Carolina Chaves Machado de Morais (TCE-PE), Fabio Correa Xavier (TCE-SP) e Cristiana Siqueira (TCE-MG);

Segurança da Informação – Francisco de Assis dos Santos Júnior (TCE-TO), Allan Bezerra (TCE-AM) e Wallace da Silva Pereira (TCE-SC).

Em relação à Lei Geral de Proteção de Dados, o grupo atuará por meio de representação no Grupo de Estudos da LGPD, coordenado pelo presidente Conselheiro, Severiano Costandrade Aguiar (TCE-TO), vinculado ao Comitê de Gestão da Informação. O diretor de Tecnologia da Informação, do TCE-SC, Wallace da Silva Pereira, destacou a importância do debate sobre o impacto da lei em todas as instituições, além de dar ênfase para a questão relacionada à segurança dos dados.

Os participantes da reunião virtual debateram sobre as possíveis ações do Comitê, destacando os pontos fortes e de melhorias nos setores de TI de seus respectivos Tribunais, visando alcançar o objetivo do Comitê – integração e fortalecimento entre setores de TI.

A Coordenadora Geral do Instituto Rui Barbosa, Crislayne Cavalcante, explicou o papel de articulação da unidade de apoio à Presidência do Instituto.