Publicado em 09/12/2019 às 12h40.

Argentina: embaixador deve representar governo na posse de Fernández

"Até o momento, apenas o embaixador do Brasil em Buenos Aires, Sergio Danese, vai representar o governo", informou a Presidência

Redação
Foto: Reprodução/ Instagram
Foto: Reprodução/ Instagram

 

O Palácio do Planalto afirmou nesta segunda-feira (9) que o embaixador do Brasil em Buenos Aires, Sergio Danese, deve ser o representante do governo brasileiro na posse do novo presidente da Argentina, Alberto Fernández. A posse está marcada para esta terça (10).

“Até o momento, apenas o embaixador do Brasil em Buenos Aires, Sergio Danese, vai representar o governo”, informou a Presidência.

Segundo o portal G1, esta deve ser a primeira vez desde 2003 que o chefe de Estado brasileiro não irá à posse do novo presidente argentino.

Durante a campanha presidencial na Argentina, Bolsonaro fez diversas críticas a Fernández e defendeu reiteradas vezes a reeleição de Mauricio Macri, que perdeu no primeiro turno.

Ele chegou a dizer que, se Fernández fosse eleito, a Argentina se tornaria uma “nova Venezuela” e, por isso, cidadãos argentinos fugiriam para o Rio Grande do Sul, assim como venezuelanos fugiram para Roraima.

Após a eleição, Bolsonaro disse que não cumprimentaria Fernández, acrescentando que a população argentina escolheu “mal” o novo presidente.

PUBLICIDADE