Publicado em 07/09/2016 às 14h00.

Dois são presos na França por abandonar carro com botijões de gás

País está em aleta depois de uma série de ataque do Estado Islâmico e de ameaças contra pontos turísticos

Rebeca Bastos
Foto: Divulgação/notredamedeparis
Foto: Divulgação/ notredamedeparis

 

Duas pessoas foram detidas nesta quarta-feira  (7) depois que um carro estacionado perto da Catedral de Notre Dame, em Paris, foi encontrado sem as placas de identificação e com sete botijões de gás em seu interior.  Um funcionário de um bar localizado nas proximidades da catedral avisou sobre o veículo na manhã de domingo, após avistá-lo com o pisca-alerta ligado, informaram as autoridades francesas. Não havia ninguém dentro do carro, mas a polícia encontrou seis botijões cheios no porta-malas e um botijão vazio no interior do veículo. Nenhum detonador ou materiais que poderiam ser utilizados para inflamar os botijões foi encontrado.

As autoridades, que falaram na condição de anonimato, disseram que o proprietário do carro e uma outra pessoa foram detidas. O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, disse que ainda não estava claro porque o carro foi abandonado.  A França está em aleta depois de uma série de ataque do Estado Islâmico e de ameaças contra pontos turísticos. A notícia sobre a descoberta do veículo foi dada horas antes do lançamento de um relatório encomendado pelo governo francês sobre o impacto dos ataques no lucrativo setor de turismo do país.

Botijões de gás cheios de pregos foram usados em ataques em Paris na década de 1990.