Publicado em 07/08/2022 às 19h30.

Gustavo Petro assume Presidência da Colômbia

O ex-guerrilheiro é o primeiro nome da esquerda a chegar ao poder no país sul-americano

Redação
Foto: reprodução Twitter/Gustavo Petro
Foto: reprodução Twitter/Gustavo Petro

 

O ex-guerrilheiro e ex-senador Gustavo Petro, 62, tomou posse neste domingo (7) como presidente da Colômbia, o primeiro nome da esquerda a chegar ao poder no país sul-americano.

Ele assumiu o cargo em uma grande cerimônia na capital Bogotá, na qual se reuniram 150 mil pessoas, segundo a organização. Um forte esquema de segurança foi montado ao redor da praça Bolívar.

Como ocorre tradicionalmente, o novo presidente caminhou do palácio de San Carlos, sede da chancelaria, até a praça Bolívar. Petro inovou ao pedir que não fosse estendido no local um tapete vermelho, como também é tradição. O juramento foi rápido: “Juro a Deus e prometo ao povo cumprir com a Constituição e as leis da Colômbia”. Na sequência, a vice-presidente, Francia Márquez, também fez o seu: “Juro diante de meus ancestrais, até que a dignidade passe a ser um costume”.

A nova gestão afirma que as coisas serão feitas de modo ordenado: primeiro, se organizará a reabertura de embaixadas e pontos fronteiriços; depois, seria promovido um encontro entre Petro e Maduro. Havia rumores de que este ocorreria já nesta segunda-feira (8), mas o governo nega que as condições estejam dadas agora para isso, segundo uma fonte próxima a Petro disse à Folha.

 

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.