Publicado em 17/11/2015 às 17h42.

Jogo entre Alemanha e Holanda é cancelado por temor de ataque

Os torcedores já estavam no estádio e foram orientados pela policia a sair

Reuters

Um jogo amistoso entre as seleções de futebol de Alemanha e Holanda, em Hanover, foi cancelado nesta terça-feira menos de duas horas antes do início por temor de um ataque a bomba, informou a polícia alemã.

O chefe policial de Hanover, Volker Kluwe, disse à emissora estatal ARD que as autoridades levaram a sério indicações de um ataque planejado com explosivos, mas não deu mais detalhes.

“Os visitantes (torcedores), que já estavam no estádio naquele momento, foram orientados a deixar o estádio sem entrar em pânico”, afirmou a polícia em um breve comunicado.

Após os ataques de sexta-feira em Paris, as medidas de segurança em Hanover eram rígidas. A chanceler alemã, Angela Merkel, estaria presente no estádio com o vice-chanceler Sigmar Gabriel e ministros do governo, em uma demonstração de solidariedade à França.

“Fomos reencaminhados em nosso caminho para o estádio e estamos agora em uma área segura”, disse o porta-voz da equipe alemã Jens Grittner no Twitter.

Duas ministras do governo holandês que assistiriam ao jogo – a ministra da Defesa Jeanine Hennes e a ministra da Saúde e Desporto Edith Schippers- estavam a caminho do aeroporto para voltar para casa.

A campeã mundial Alemanha inicialmente não queria que a partida fosse realizada, depois de ter jogado contra a França em Paris na sexta-feira, durante uma onda de ataques que atingiu a cidade, matando 129 pessoas.

Cerca de 80 alemães, incluindo jogadores, treinadores e funcionários, passaram a noite escondidos nos vestiários do estádio Stade de France, enquanto ocorriam ataques em toda a capital francesa, antes de sair direto para o aeroporto na manhã de sábado.

Mas os jogadores, treinadores e também a associação nacional de futebol decidiram ir em frente com o jogo em uma demonstração de união com os franceses.

(Por Karolos Grohmann, com reportagem adicional de Andrew Deutsch em Amsterdã)

PUBLICIDADE

Mais notícias