Publicado em 18/06/2021 às 10h00.

Câmara instaura CPI para investigar cooperativas da área de saúde

Escolha dos integrantes da Comissão deve acontecer nos próximos dias

Redação
Foto: Divulgação/CMFS
Foto: Divulgação/CMFS

 

A Câmara Municipal de Feira de Santana aprovou, em sessão nesta quinta-feira (17), requerimento propondo a criação da “CPI das Cooperativas”. A investigação a ser feita é em referência aos contratos firmados pela Prefeitura com essas organizações para terceirização de mão-de-obra, principalmente na área de saúde do município.

A Comissão deve ser instaurada pela Câmara nos próximos dias e, logo após, acontece a escolha dos seus integrantes, com o aval do plenário. O tema da nova CPI é também alvo do Ministério Público Federal, em uma grande operação, três anos atrás. O órgão fiscalizador pediu a  prisão do proprietário e de diretores de uma cooperativa. Vários chegaram a passar meses no Conjunto Penal de Feira de Santana. Há processo em curso na Justiça Federal.

Essa será a segunda Comissão a acontecer este ano na Casa. Em maio, os vereadores instauraram a “CPI da Cesta Básica”, que busca apurar a suposta distribuição de alimentos durante o período eleitoral pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, o que é proibido por lei. A CPI está suspensa por determinação da Justiça.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.