Publicado em 19/07/2018 às 16h27.

Justiça determina bloqueio de R$ 4,7 mi de prefeito, seu pai e empresário

Em ação de improbidade ajuizada, o MPF acusa o trio de cometer irregularidades na contratação do serviço de transporte escolar

Redação
italo rodrigues foto facebook
Foto: Reprodução / Facebook

 

A Justiça Federal determinou o bloqueio de até R$ 4,7 milhões em bens do prefeito de Serra do Ramalho, Ítalo Rodrigo Anunciação Silva (PSD), de seu pai, José Maria Nunes da Silva, e do empresário Isaac Cézar França, ao atender a pedido do Ministério Público Federal em Bom Jesus da Lapa.

Em ação de improbidade ajuizada, o MPF acusa o trio de cometer irregularidades na contratação do serviço de transporte escolar, com recursos federais do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate).

Segundo o Ministério Público Federal, somente as empresas Serviços de Transporte, Locação e Construções (STLC), representada por Isaac França, e Prestação de Serviços, Transporte e Locação (PSTL), representada por Ítalo Silva, participaram do pregão presencial.

Ainda conforme a ação, as duas companhias eram controladas pelo pai do prefeito. Na época das ilegalidades apontadas, entre os anos de 2013 e 2015, Ítalo atuava como empresário. Ele foi eleito prefeito em 2016.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.