Publicado em 19/02/2018 às 18h40.

Mãe de bebê estuprada já havia sofrido abuso sexual duas vezes

O autor das agressões sexuais é Rairone Moura Santos, de 47 anos, também conhecido como Eron; mãe já havia fugido do agressor

Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

Após ser denunciado por invadir uma casa, raptar e estuprar um bebê de apenas 4 meses, no último domingo (18), Rairone Moura dos Santos, de 47 anos, foi apontado pela mãe da criança por outros estupros. A vítima teria sido ela mesma, em duas situações diferentes.

A informação foi divulgada ao G1 nesta segunda-feira (19), pelo delegado Moisés Damasceno, coordenador da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin). O caso ocorreu no município de Belmonte, no sul da Bahia.

A mãe relatou à equipe da TV Santa Cruz que era o alvo do suspeito, mas fugiu com uma outra filha, de 9 anos, com medo que a menina também pudesse ser abusada por Rairone. A mãe da criança contou que o suspeito, conhecido também como Eron, mora em um assentamento perto da casa da família dela, e já a tinha ameaçado de morte.

Ao voltar para casa, já acompanhada de vizinhos, cerca de 5 minutos após a chegada do suspeito, a criança de 4 meses não foi encontrada no imóvel. O bebê foi achado por populares, cerca de duas horas depois, em uma estrada de chão, enrolado em um lençol, e foi levado para o Hospital Regional de Eunápolis.

Segundo o delegado Damasceno, o suspeito não tem passagens pela polícia. A mãe do bebê que sofreu a agressão sexual está grávida, conforme a polícia.

A prisão preventiva de Rairone foi pedida à Justiça ainda no domingo, mas até a manhã desta segunda não havia sido decretada. A polícia segue em busca do suspeito e pede que quem tiver informações sobre ele, entre em contato por meio do número 190.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.