Publicado em 31/03/2018 às 10h33.

Prefeito é cassado por fraude em licitações

Ministério Público do Estado encontrou 'diversas fraudes' em processos licitatórios e contratações para aluguel de carros, hospedagem e alimentação de pacientes que fazem tratamento fora da cidade; Everton Carvalho governava por meio de liminar desde fevereiro

Redação
Foto: divulgação
Foto: divulgação

 

Os vereadores de Jaguarari (norte da Bahia) cassaram na quinta-feira (29) o mandato do prefeito Everton Carvalho Rocha (PSDB) por 10 votos a favor e três contra.

O tucano já havia sido cassado em sessão ordinária em fevereiro último, mas se mantinha no cargo por meio de uma liminar. Ele é acusado pelo Ministério Público do Estado (MPE) de crime político-administrativo em denúncia encaminhada pelo ex-vice-prefeito da cidade.

A prefeitura de Jaguarari foi alvo na quarta-feira (28) da ‘Operação Fallitur Visio’, deflagrada pelo MP, que levou computadores, documentos, telefones celulares e um cofre.

O órgão encontrou ‘diversas fraudes’ em processos licitatórios e contratações do Executivo municipal, como contratos firmados para aluguel de carros, hospedagem e alimentação de pacientes que fazem tratamento fora da cidade; e com cooperativa de profissionais de saúde.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.