Publicado em 07/09/2021 às 13h00.

‘7 de setembro é uma pauta de humanidade e cidadania’, diz Éden Valadares

"A turma que está na Barra se mobiliza pelas mentiras, pelo ódio e pela intolerância", completou presidente do PT baiano

Redação
Foto: assessoria
Foto: assessoria/PT Bahia

 

 

O presidente do PT da Bahia, Éden Valadares, afirmou na manhã desta terça-feira que o 7 de setembro é uma data de mobilização pela vida, pela importância do SUS, por vacina pra todos e para todas, pela volta do emprego, pelo auxílio emergencial de verdade. “O 7 de setembro é uma pauta de humanidade, da generosidade, solidariedade e cidadania”.

Valadares fez um contraponto com os atos a favor do presidente Jair Bolsonaro, que aconteceu na Barra, cuja pauta se baseia, ataques à democracia, às instituições e disseminação de Fake News. “A turma que está na Barra se mobiliza pelas mentiras, pelo ódio e pela intolerância. Aqui estamos, no Grito dos Excluídos, aqueles e aquelas que defendem a democracia em nosso país, com inclusão, oportunidade para todos e todas”.

Éden aproveitou a manifestação para criticar a Medida Provisória (MP), publicada por Bolsonaro nesta segunda-feira, 6, que altera o Marco Civil da Internt. “A MP restringe a moderação das redes sociais de conteúdos de desinformação. Bolsonaro está isolado e tenta através das Fake News, meio pelo qual conseguiu se eleger, mobilizar sua bolha, seus apoiadores radicais”.

No estado, o PT em conjunto com os movimentos sociais, através da Secretaria de Movimentos Populares, mobilizou mais de 20 cidades para participar das manifestações pelo impeachment de Bolsonaro. Entre as cidades estão Cruz das Almas, Feira de Santana, Itabuna, Senhor do Bonfim e Paulo Afonso.

Em Salvador, a mobilização saiu do Campo Grande e segue em direção à Praça Castro Alves e conta com a participação de movimentos sociais, além de estudantes e trabalhadores, dentre outros.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.