Publicado em 26/05/2022 às 18h15.

Após perdão, Bolsonaro diz que mal conhece Daniel Silveira

Deputado foi pivô de atrito do presidente com o STF

Redação
Foto: Alan Santos/PR
Foto: Alan Santos/PR

 

Nesta quinta-feira, durante entrevista em Brasília (DF), o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que mal conhece o deputado Daniel Daniel (PTB-RJ) e até colocou em dúvida o fato de ele ser chamado pela imprensa de “bolsonarista”. As informações são da Folha de S. Paulo.

“O caso do Daniel Silveira [dizem] que é deputado bolsonarista. Tenho pouco contato com Daniel. Sabia que era do RJ, cabo da PM, tinha suas posições, falou coisas que não gostaria de ouvir dele. Agora nove anos de cadeia começando regime fechado, cassação de mandato, inelegibilidade e multa é abuso”.

O presidente citou o deputado enquanto fazia críticas ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Bolsonaro concedeu indulto a Silveira após o deputado ter sido condenado por Moraes a 8 anos e 9 meses de prisão, além do pagamento de multa e perda dos direitos políticos.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) acusou o parlamentar de ameaçar integrantes do Supremo – ele foi enquadrado nos crimes de coação no curso do processo (uso de violência ou de ameaça para obter vantagem em processo judicial) e de incitação à tentativa de impedir o livre exercício dos Poderes.

Nesta quarta-feira, a PGR confirmou a legalidade do indulto concedido pelo presidente ao deputado, mas afirmou que seus efeitos se restringem à condenação penal, não atingindo eventual responsabilização em outras esferas, como a eleitoral.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.