Publicado em 27/09/2021 às 12h07.

Assembleia Legislativa de São Paulo abrirá CPI da Prevent Senior

Prevent Senior está na mira da CPI da Pandemia, no Senado, por denúncias de uso do chamado “kit Covid” em pacientes idosos

Redação
Foto: Reprodução / Redes Sociais
Foto: Reprodução / Redes Sociais

 

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) deve dar início a uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as denúncias contra a Prevent Senior pelo uso de medicamentos sem eficácia contra Covid-19 em pacientes idosos.

De acordo com informações da Coluna Radar, da Veja, o deputado Paulo Fiorilo (PT) reuniu as assinaturas necessárias para a apresentação do projeto de resolução, que deve ser protocolado nos próximos dias.

O presidente da Casa, deputado Carlão Pignatari (PSDB), informou que deverá pautar a proposta para votação “o mais rápido possível”. O texto precisa de, pelo menos, 40 votos para ser aprovado em plenário.

A Prevent Senior está na mira da CPI da Pandemia, no Senado Federal, por denúncias pelo uso do chamado “kit Covid” em pacientes idosos. A operadora é acusada de ter feito um estudo clínico sobre a efetividade dos medicamentos — sem eficácia cientificamente comprovada — sem a anuência de pacientes.

A CPI diz ter informações de que a empresa omitiu mortes por Covid dos prontuários para passar a impressão de que o tratamento era bem sucedido no combate à doença.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.