Publicado em 17/08/2019 às 12h29.

Bolsonaro e Moro tiveram conversa tensa sobre o Cade, diz coluna

Conforme a publicação, a discussão esquentou e foi finalizada pelo presidente com a frase: “Quem manda sou eu”

Redação
Foto: Isaac Amorim/Divulgação Ministério da Justiça
Foto: Isaac Amorim/Divulgação Ministério da Justiça

 

Apesar de ter melhorado nos últimos dias, a relação entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sérgio Moro, esteve em seu momento mas tenso há duas semanas, quando o ex-juiz cobrou o chefe sobre a retirada da indicação de nomes ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), segundo o colunista Guilherme Amado, da Época.

Ao tomar conhecimento que Bolsonaro havia pedido à Câmara a retirada de tramitação da análise dos nomes de Vinícius Klein e Leonardo Bandeira Rezende para cargos no órgão, o ministrou solicitou uma audiência com o presidente e tentou convencê-lo a rever a medida.

Conforme a publicação, a discussão esquentou e foi finalizada por Bolsonaro com a frase: “Quem manda sou eu”.

PUBLICIDADE