Publicado em 19/04/2021 às 13h30.

Brumado, onde a Covid pegou pesado e assusta

'A situação é muito preocupante mesmo. O próprio Rui Costa já se dirigiu ao povo da cidade e pediu que redobre os cuidados'

Levi Vasconcelos

Dizem que a segunda onda de Covid é bem pior que a primeira, não só pelo maior número de cepas, mas também pela pulverização. Que o diga Brumado. Na primeira onda foi tão tranquilo que o prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB), reeleito, chegou a brigar na Justiça (e perdeu) pela volta das aulas presenciais. Agora, eke vê um acumulado de mais de 18 mil casos e 150 óbitos.

O deputado Vitor Bonfim (PL) carimba a sensação de dias ruins.

— A situação é muito preocupante mesmo. O próprio Rui Costa já se dirigiu ao povo da cidade e pediu que redobre os cuidados.

Por lá, a Covid dividiu as atenções com o avião do deputado federal Paulo Magalhães (PSD), que teve pane seca por terem roubado combustível após pousar em Itapetinga.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.