Publicado em 19/08/2022 às 10h47.

Bruno cita ‘pontos turísticos degradados’ ao criticar gestões anteriores a ACM Neto

Prefeito revelou que já homologou a licitação para a requalificação de toda a orla da Boca do Rio, Pituaçu, Patamares e Piatã

Jamile Amine / Mattheus Miranda
Foto: Jamile Amine/bahia.ba
Foto: Jamile Amine/bahia.ba

 

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) destacou algumas reformas realizadas por sua gestão e a do ex-prefeito ACM Neto (União Brasil) em Salvador, sobretudo na área do turismo. Durante um discurso, na manhã desta sexta-feira (19), enquanto anunciava três ações que trarão impacto no desenvolvimento turístico e econômico da cidade, Bruno criticou gestões passadas ao apontar pontos negativos que, segundo ele, a capital baiana apresentava.

“Nosso aeroporto era um dos piores do Brasil. Nossos trechos de orla eram todos deteriorados. Nós não tínhamos um Centro de Convenções. A cidade estava suja, mal iluminada e esburacada. Nossos pontos turísticos todos degradados. Nós não tínhamos equipamentos para atrair visitantes e para fazer com que eles permanecessem aqui. Iniciamos esse processo de transformação da cidade.[…] E esse processo passou pela chegada de novo aeroporto, um novo Centro de Convenções, da requalificação de praticamente toda a orla”, disse.

Ainda durante a agenda, Bruno Reis anunciou que homologou a licitação para que “nos próximos dez dias” se inicie as obras de requalificação de toda a orla da Boca do Rio, Pituaçu, Patamares e Piatã. “É praticamente o último trecho que falta da orla”, afirmou o gestor, reafirmando o objetivo de “segurar os turistas na cidade o maior tempo possível”.

Na ocasião, o prefeito anunciou o lançamento do Salvador Capital Afro, a chegada de novos voos da Azul no período da alta estação e os primeiros movimentos para a realização do Carnaval em 2023. Ele manteve o circuito Barra-Ondina para a folia do próximo ano.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.