Publicado em 03/12/2015 às 09h22.

Câmara dos Deputados prorroga prazo de quatro CPIs

A prorrogação faz parte da retaliação do presidente da Casa, Eduardo Cunha, ao governo

Agência Estado

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (2), a prorrogação dos trabalhos de quatro das cinco CPIs da Casa: BNDES, Fundos de Pensão, Crimes Cibernéticos e Maus-Tratos contra Animais. Como antecipou o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, na segunda-feira (30), a prorrogação faz parte da retaliação do presidente da Casa, Eduardo Cunha ( PMDB-RJ), ao governo, que, na avaliação do peemedebista, “armou” contra ele. Cunha é alvo de investigações pela Procuradoria-Geral da República no âmbito da Operação Lava Jato.

As CPIs dos Fundos de Pensão e de Crimes Cibernéticos tiveram seus trabalhos prorrogados por mais 60 dias, enquanto a que investiga os maus-tratos contra animais, por 20 dias. A CPI do BNDES teve seu prazo de funcionamento prorrogado por mais 15 dias. Os novos prazos contarão a partir do final do prazo inicial que, para todas as quatro comissões, era de 4 de dezembro. Criada em novembro, a CPI da Funai não teve prazo alterado.

PUBLICIDADE

Mais notícias