Publicado em 12/03/2020 às 16h52.

Coronavírus: secretário de saúde do Estado propõe ‘distanciamento social’

"Sempre que for possível evitar aglomeração, é o ideal", destacou Fábio Vilas-Boas

Breno Cunha / Chayenne Guerreiro
Foto: Chayenne Guerreiro / Bahia.ba
Foto: Chayenne Guerreiro / Bahia.ba

 

O secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, sugeriu à população baiana “distanciamento social” para evitar a rápida disseminação do coronavírus.

Até o momento, na Bahia, 216 casos foram identificados, sendo que destes, 147 foram descartados, 66 estão em análise e três confirmados – todos em Feira de Santana.

“É um distanciamento social. Fazer algo diferente, [evitar] pegar muito nas pessoas, apertar muito, beijar, abraçar. A gente tem que começar a ser um pouco mais resguardado em torno do nosso quadrado”, explicou o titular da Sesab em coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (12).

“Tem situações que você não tem como evitar, mas sempre que for possível evitar aglomeração, é o ideal”, acrescentou. Ainda de acordo com ele, o período de transmissão da Covid-19 começa quando os sintomas do infectado aparecem.

A letalidade do vírus é maior para quem tem acima de 60 anos, podendo aumentar em até 18%. Já para as pessoas com mais de 75, o risco de morte é considerado alto.