Publicado em 10/10/2019 às 14h11.

Coronel contesta site e diz que irá à canonização de Irmã Dulce com recursos próprios

Segundo requerimento aprovado pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, parlamentar baiano estaria em comitiva que usará diárias da Casa

Redação
Foto: Agência Senado
Foto: Agência Senado

 

O senador Angelo Coronel (PSD) contestou reportagem publicada pelo site Vortex Media, e reproduzida pelo bahia.ba, de que estaria entre os parlamentares que viajarão à Itália para acompanhar a canonização de Irmã Dulce com diárias pagas pelo Senado.

“Estou viajando com recursos próprios e não solicitei reembolso de passagens nem diárias para o Senado, apesar de ser direito do senador em missões oficiais”, disse nota encaminhada pela assessoria de Coronel.

Presidente da CPMI das Fake News, o político baiano está na Rússia, onde diz se reunir com especialistas para tratar do tema.

Segundo reportagem do Vortex Media, a comitiva que irá à Europa para a cerimônia religiosa que tornará Irmã Dulce Santa inclui Jaques Wagner (PT-BA); o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP); José Serra (PSDB-SP); Roberto Rocha (PSDB-MA); Weverton Rocha (PDT-MA); e Elmano Férrer (PTB-PI).

A viagem é classificada como “missão oficial,” o que dá direito aos parlamentares de requisitarem o pagamento de diárias e passagens aéreas.

Cada um deles poderá receber US$ 416 por dia, o equivalente a R$ 1.716,00, conforme cotação do dólar nesta quinta (10).

Como a viagem acontecerá entre 11 e 14 de outubro, o custo para os cofres públicos pode atingir cerca de R$ 41 mil com diárias. Ainda não há, contudo, definição sobre os gastos com passagens.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.