Publicado em 09/03/2017 às 19h25.

Ex-prefeita detona Rui, ganha cargo no governo e PT protesta

Ex-gestora de Amargosa disse que partido é “bom de perseguir e fazer calúnias”; legenda rebateu

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Luiza Simas/José Moraes
Foto: Luiza Simas/José Moraes

 

Crítica da administração do governador Rui Costa (PT), a ex-prefeita de Amargosa, Karina Silva (PSB), foi nomeada, nesta quinta-feira (9), coordenadora na Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), pasta comandada pelo socialista Vivaldo Mendonça.

A indicação da ex-gestora provocou um rebuliço dentro do Partido dos Trabalhadores da cidade do Recôncavo baiano. Por meio de nota, a sigla “repudiou” o ato e disse que a pasta do governo “está sendo utilizada como cabide de emprego para derrotados políticos da última eleição, quando deveria está atendendo pessoas qualificadas para o exercício das funções públicas”.

Ainda na nota, o PT de Amargosa diz que “falta competência” em Karina Silva “comprovada pela péssima administração” que fez na cidade. Ressalta também que é contra a nomeação da ex-gestora “pela postura golpista” em relação ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e os “ataques e ofensas caluniosas desferidas” ao governador Rui Costa e o partido.

A sigla fez questão de divulgar vídeos nos quais Karina Silva acusa Rui de “não cumprir promessas” e diz que o Estado é “bom de perseguir e fazer calúnias”. Afirma também que o PT entregou o governo à “corrupção”. “Botaram milhões no bolso com farras e campanhas milionárias”, ataca.

Confira um discurso da ex-prefeita durante a campanha de 2016:

PUBLICIDADE

Mais notícias