Publicado em 26/11/2015 às 21h40.

Exclusivo: Governo aguarda notificação sobre Adab; Oziel vai ao TCE

Oziel Oliveira foi flagrado no Tribunal de Contas do Estado

Evilasio Junior
Foto: bahia.ba
Foto: bahia.ba

 

O governo do Estado diz não ter sido notificado da decisão judicial que pede a exoneração imediata do ex-deputado federal Oziel Oliveira (PDT) do comando da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab). Contatada pelo bahia.ba, a Secretaria de Comunicação informou que aguarda o recebimento da decisão do juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, da 8ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, que pediu a suspensão do ato de nomeação do pedetista com base na Lei da Ficha Limpa estadual.

Ex-prefeito de Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, o político tem condenação transitada e julgada devido a irregularidades nas contas municipais do ano de 2006. De acordo com a Secom, o governador Rui Costa (PT), notificado a cumprir a determinação na sentença, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 1 mil, “só irá se posicionar e tomar decisão sobre o assunto após parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE)”.

Nesta quinta-feira (26), pouco depois de o bahia.ba divulgar o caso, o ainda diretor-geral da Adab foi visto na sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na capital. A assessoria do órgão não soube informar se o motivo da visita está relacionado ao pedido de afastamento.

Mais notícias