Publicado em 12/06/2019 às 21h00.

Fachin nega riscos à Lava Jato após vazamento

"Tenho confiança plena de que isso não é suscetível de qualquer retrocesso", declarou ministro, relator da operação no STF

Redação
Foto: Gustavo Lima/Ascom/STJ
Foto: Gustavo Lima/Ascom/STJ

 

Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Edson Fachin disse nesta quarta-feira (12) não enxergar riscos à operação, após o vazamento das conversas do ministro Sérgio Moro com o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa no Ministério Público Federal (MPF).

“A Lava Jato é uma realidade. Não acredito que essa realidade venha a ser afastada por qualquer circunstância conjuntural”, declarou o ministro.

“A operação trouxe um novo padrão normativo, jurídico e também de natureza ética ao Brasil e à administração pública. Tenho confiança plena de que isso não é suscetível de qualquer retrocesso”, acrescentou.

Nas mensagens divulgadas no domingo (9) pelo site Intercept Brasil, Moro e Dallagnol discutiam processos em andamento e comentavam pedidos feitos à Justiça pelo MPF.

PUBLICIDADE

Mais notícias