Publicado em 07/07/2020 às 13h05.

Fafen vai reabrir no começo de 2021

"A Fafen fechar seria péssimo para a Bahia", diz Leão

Levi Vasconcelos

Fechada desde o início do ano, a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), uma indústria de adubos, especialmente amônia e ureia, tidos como estratégicos na economia baiana (especialmente o agronegócio), vai reabrir até o início do ano que vem.

O governo assinou ontem o protocolo de intenções com a Proquigel, da petroquímica Unigel, a empresa que em novembro passado arrendou a Fafen da Petrobras por R$ 177 milhões durante 10 anos. o documento estabelece incentivos fiscais.

O projeto prevê investimentos de R$ 95 milhões. Segundo o secretário João Leão (Desenvolvimento Econômico), a Fafen é a única fabricante nacional de fertilizante nitrogenado.

— A Fafen fechar seria péssimo para a Bahia. Teríamos que importar e ainda construir um porto para receber tais produtos, já que Aratu só exporta. O esforço do governo foi focando isso.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.