Publicado em 03/07/2019 às 11h00.

Federação Israelita no Rio repudia homenagem do governo a militar nazista

A Fierj emitiu uma nota contra o Exército Brasileiro, que homenageou militar alemão que integrou tropas da Alemanha durante a Segunda Guerra

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

A Federação Israelita do Estado do Rio de Janero (Fierj) emitiu uma nota de repúdio à homenagem do Exército Brasileiro ao militar alemão Eduard Ernest Thilo Otto Maxiliam von Westernhagem, que fez parte da tropa nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

A organização lamentou o post feito no Twitter do Exército e lembrou as milhões de vítimas do nazismo, entre eles “judeus, ciganos, homossexuais, deficientes físicos e soldados brasileiros”.

“A Fierj, Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro, lamenta e repudia veementemente a homenagem prestada pelo Exército Brasileiro ao oficial do exército alemão Eduard Ernest Thilo Otto Maximilian von Westernhagen, no dia 01 de julho de 2019, que integrou as tropas nazistas, responsáveis pela morte de mais de 20 milhões de pessoas, dentre elas negros, judeus, ciganos, homossexuais, deficientes físicos e soldados brasileiros”, diz a nota.

Com a repercussão negativa da homenagem feita na segunda-feira (1), no Twitter, o Exército reforçou que o major alemão Von Westernhagen junto com um soldado brasileiro foram “vítimas de ações terroristas”. Mais tarde, afirmou ser “lamentável” o “desconhecimento” da sociedade sobre o cenário na Alemanha “pós-guerra” e criticou a associação do militar “ao nazismo”.

“Recordar esses fatos históricos é reafirmar o nosso compromisso com a liberdade e a democracia”, diz o texto publicado nesta terça-feira (2).

PUBLICIDADE