Publicado em 05/04/2021 às 18h39.

Ministério Público pede ao TCU que investigue gastos de Bolsonaro durante as férias

Presidente gastou R$ 2,4 milhões dos cofres públicos em apenas 19 dias

Redação
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

 

O Ministério Público pediu ao Tribunal de Contas da União (TCU) que investigue os gastos do governo federal com as férias do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). De acordo com o colunista Lauro Jardim, d’O Globo, Bolsonaro gastou R$ 2,4 milhões entre 18 de dezembro de 2020 e 5 de janeiro deste ano.

Desse valor total, aproximadamente R$ 1,2 milhão foram gastos no cartão corporativo do governo, R$ 1,05 milhão foi usado para abastecer e fazer a manutenção de aeronaves, e R$ 202 mil em diárias da equipe de segurança do presidente.

Para o subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, é necessário avaliar “a pertinência e a oportunidade desses gastos, considerando o momento atual, em que o País enfrenta uma das mais críticas crises de sua história, seja sob o aspecto econômico-financeiro, seja sob o aspecto sanitário-social”.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.