Publicado em 19/06/2020 às 17h40.

Ministros do governo tentam reaproximação com STF em encontro com Moraes

Moraes é relator de inquéritos importantes para o governo: sobre fake news e sobre atos antidemocráticos realizados por bolsonaristas

Redação
Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

 

Numa tentativa de reaproximação com o Judiciário, ministros do governo federal se encontraram com o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, nesta sexta-feira (19), em São Paulo. Viajaram os ministros de Justiça e Segurança Pública, André Mendonça; da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira; e da Advocacia-Geral da União, José Levi.

De acordo com informações do G1, oficialmente, o compromisso foi para tratar dos processos sobre a terra indígena Raposa Serra do Sol e dos prejuízos do setor sucroalcooleiro. Também estão na pauta oficial a indisponibilidade de bens e o controle de armas e munições pelo Exército.

Moraes é relator de dois inquéritos importantes para o governo: o que apura produção e disseminação de fake news e ameaças a membros da Corte, e o que investiga a organização de atos antidemocráticos por apoiadores de Jair Bolsonaro.

No último dia 1º, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, já havia se reunido com Moraes, também em São Paulo. No dia seguinte, Bolsonaro prestigiou a posse do ministro como membro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A relação entre o governo e o Judiciário tem sido tensionada nas últimas semanas. Além de Bolsonaro participar dos atos que pedem o fechamento do STF e do Congresso Nacional, em prol de uma intervenção militar, o chefe do Executivo também já desafiou o Supremo ao afirmar que “ordens absurdas não se cumprem”. O presidente fazia referência à operação da Polícia Federal, autorizada pela Corte, que cumpriu mandados contra empresários e blogueiros aliados.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.