Publicado em 05/10/2016 às 12h01.

Mirela abre mão da AL-BA: ‘Vou ficar no município de Lauro de Freitas’

Atual vereadora é segunda suplente de coligação e teria direito a assumir uma cadeira de deputada estadual na Assembleia Legislativa; vaga ficará com Ângelo Almeida

Evilasio Junior
Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

 

A vereadora de Lauro de Freitas Mirela Macedo (PSD), eleita vice-prefeita da cidade da Região Metropolitana de Salvador, assegura que irá assumir o mandato. Ela foi candidata a deputada estadual em 2014 e ficou na segunda suplência da coligação PP/ PDT/ PT/ PTB/ PR/ PSD.

Com a vitória dos parlamentares Robério Oliveira (PSD), em Eunápolis, e Rogério Andrade (PSD), em Santo Antônio de Jesus, ela e Bira Coroa (PT) passaram à condição de titulares das vagas na Assembleia Legislativa (entenda aqui). No entanto, Mirela diz que não assumirá o posto.

“Vou ficar no município de Lauro de Freitas, porque, desde quando me coloquei como candidata a vice, não foi só uma decisão da minha parte e de Moema. Foi decisão do povo. O povo pedia a chapa ‘MM’, Moema e Mirella, e eu assumi o compromisso de ajudar Moema”, justificou, em entrevista ao bahia.ba.

Ela também acredita que poderá ajudar mais a população com o mandato de vice-prefeita do que na função de deputada. “Sim. A população de Lauro de Freitas, sim. O município sofreu um retrocesso muito grande e a gente sabe que vai ter um trabalho árduo para construir o que foi destruído”, argumentou Mirela Macedo.

Com a decisão, a cadeira da AL-BA deve ficar com o quarto suplente Ângelo Almeida, que disputou o pleito estadual pelo PT, mas hoje está no PSB, partido pelo qual foi derrotado na corrida pela prefeitura de Feira de Santana, no último domingo (2). O terceiro reserva é Temóteo Brito (PSD), que ganhou a batalha pelo comando de Teixeira de Freitas.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.