Publicado em 01/11/2018 às 11h01.

Moro aceita convite para superministério da Justiça de Bolsonaro

Segundo jornal O Estado de S. Paulo, juiz da Lava Jato divulgará uma nota detalhando os termos da proposta que acolheu

Redação
Foto: GettyImages
Foto: GettyImages

 

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta quinta-feira (1)  o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o superministério da Justiça. O magistrado vai divulgar uma nota detalhando os termos da proposta que aceitou. A informação foi confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Moro deixou o condomínio onde mora o presidente eleito, no Rio, às 10h45, após cerca de 1h30 de reunião.

Na saída, o magistrado chegou a deixar o carro onde estava para falar com a imprensa, mas, diante do tumulto no local, não fez nenhuma declaração.

O juiz chegou às 9h à residência de Bolsonaro. O presidente eleito convidou Moro para assumir um superministério da Justiça, ampliado e com órgãos de combate à corrupção, que estão atualmente em outras pastas, como a Polícia Federal e o Coaf, que estão envolvidas nessa operação.

PUBLICIDADE