Publicado em 26/10/2020 às 20h24.

Moro defende Constituição após fala de deputado e culpa corrupção por dificuldades no país

Líder do governo na Câmara disse que Carta Magna transformou o Brasil em um “país ingovernável”

Redação
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, saiu em defesa da Constituição após o líder do governo na Câmara de Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), sugerir a realização de um plebiscito para que seja elaborada uma nova Carta Magna. Para o deputado, a Constituição transformou o Brasil em um “país ingovernável”.

A declaração foi rebatida por Moro. “O que dificultou a governabilidade do Brasil nos últimos anos foi a corrupção desenfreada e a irresponsabilidade fiscal, não a Constituição de 1988, nem a Justiça ou o MP [Ministério Público]”, escreveu no Twitter, na noite desta segunda-feira (26).