Publicado em 05/04/2016 às 07h04.

Partidos só devem assumir ministérios após votação de impeachment

A avaliação é de que, se Dilma sobreviver ao processo, precisará do “centrão” para governar e, portanto, cumprirá o acordo

Redação
(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

 

Os três partidos que negociam espaços no governo após a saída do PMDB — PP, PR e PSD — decidiram em conjunto deixar o anúncio para novos cargos nos ministérios para depois da votação do impeachment no plenário. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a avaliação é de que, se Dilma Rousseff sobreviver ao processo, precisará do “centrão” para governar e, portanto, cumprirá o acordo.

A declaração de apoio à petista, porém, teria de ocorrer antes da votação. O PP, que deve combinar com as demais legendas parceiras a data do anúncio, já fala em se posicionar somente em 11 de abril — a menos de uma semana do dia da votação, que será no dia 17.

PUBLICIDADE
Temas: dilma , ministérios , pp , PR e PSD

Mais notícias