Publicado em 16/06/2020 às 08h44.

PF faz busca e apreensão contra aliados de Bolsonaro em investigação sobre atos antidemocráticos

Autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, ação ocorre em SP, RJ, MG, MA, SC e no DF

Redação
Foto: Reprodução Twitter
Foto: Reprodução/CNN Brasil

 

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira (16) 21 mandados de busca e apreensão âmbito do inquérito que investiga a origem de recursos e a estrutura de financiamento de grupos suspeitos da prática de atos contra a democracia.

Autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), a operação acontece em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal.

Pelas redes sociais, o deputado federal Carlos Silveira (PSL-RJ) e o blogueiro Allan dos Santos, do site “Terça Livre”, disseram que policiais federais estiveram em suas casas nesta manhã. Os dois são apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Polícia Federal em meu apartamento. Estou de fato incomodando algumas esferas do velho poder. E cada dia estarei mais firme nessa guerra”, escreveu o deputado Daniel Silveira no Twitter.

Em nota, o “Terça Livre” disse que a Polícia Federal está novamente em sua sede, a casa de Allan dos Santos.

A ação ocorre um dia após a prisão de Sara Winter, líder do grupo 300 do Brasil, denominação que tem fomentado manifestações a favor do fechamento do STF (Supremo Tribunal Federal) e do Congresso.