Publicado em 22/07/2016 às 13h17.

Prefeitos de Candeias, Madre e São Francisco são indiciados pela PF

Sargento Francisco (PSD), Jeferson Andrade (DEM) e Evandro Almeida (PP) vão responder por crimes como corrupção e organização criminosa

Evilasio Junior
Fotos: Mateus Pereira/ GOVBA/ Setur | Montagem: bahia.ba
Fotos: Mateus Pereira/ GOVBA/ Setur | Montagem: bahia.ba

 

Os prefeitos de Candeias, Sargento Francisco (PSD), Madre de Deus, Jeferson Andrade (DEM), e de São Francisco do Conde, Evandro Almeida (PP), foram indiciados pela Polícia Federal por integrar o esquema desvendado pela Operação Copérnico, nesta sexta-feira (22).

De acordo com a delegada Luciana Matutino, coordenadora da força-tarefa, os gestores eram participantes e coniventes com as fraudes em contratos de saúde firmados sob a liderança do Instituto Médico Cardiológico da Bahia (ICMBA), que teve o seu proprietário, Nicolau Emanoel Marques Martins Júnior, preso.

“Além do empresário, os prefeitos vão responder por coautoria em fraude em licitação, por participar de organização criminosa, por corrupção e superfaturamento. Já foram indiciados os prefeitos onde há laudo técnico da Polícia Federal comprovando fraude”, afirmou a delegada, ao citar os três municípios.

O gestor de São Francisco responderá ainda por posse ilegal de armas. Um dos alvos dos trabalhos dos agentes, o Hospital Municipal de Candeias passará a ser administrado pelo governo do Estado, por determinação da 12ª Vara Cível.