Publicado em 18/03/2016 às 18h19.

Presidente do PCdoB descarta troca de Alice por Olívia

Daniel Almeida admite ter mantido conversas com o ministro Jaques Wagner e o governador Rui Costa, mas nega mudança de planos

Evilasio Junior
Foto: Roberto Viana/bahia.ba
Foto: Roberto Viana/bahia.ba

 

O presidente estadual do PCdoB, deputado federal Daniel Almeida, descartou a troca de candidatura para prefeitura de Salvador. Nos bastidores, informações davam conta de uma movimentação liderada pelo ministro Jaques Wagner (PT) para que a atual secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Olívia Santana, substituísse a escolhida dos comunistas, a congressista Alice Portugal. A meta seria vencer o prefeito ACM Neto (DEM) com o discurso da “mulher negra”.

O parlamentar confirma ter conversado com o ex-governador baiano e o seu sucessor, Rui Costa, bem como com os partidos aliados, sobre a possibilidade de a sigla ter, enfim, a cabeça da chapa com o apoio do PT, mas negou que a mudança tivesse sido cogitada. “Nós teremos a candidatura de Alice. Eu nem falo sobre esse assunto porque são especulações que não têm cabimento”, descartou Daniel, em entrevista ao bahia.ba.

O deputado comentou ainda a debandada de siglas da base do governo – como o PRB e o PSB – e pediu para que “façam uma reflexão”: “Faço um apelo para que não abandonem o barco nesse momento, porque o que vai definir é isso aqui: o povo na rua”.

PUBLICIDADE