Publicado em 21/05/2022 às 13h00.

Secretário é demitido por ir de ‘penetra’ ao casamento de Lula

“A atitude do ex-servidor da prefeitura de Itapevi não condiz com a postura de um agente público de cargo de confiança", disse o prefeito da cidade, Igor Soares (Podemos)

Redação
Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert

 

O até então secretário-adjunto da Fazenda e Patrimônio da prefeitura de Itapevi, em São Paulo, Antônio de Pádua Freitas Moreira, foi exonerado do cargo por ter ido sem ser convidado para o casamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com a socióloga Rosângela Silva, a Janja, na quarta-feira (18). Ele chegou a ser retirado da cerimônia.

O prefeito de Itapevi, Igor Soares (Podemos), confirmou ser esse o motivo da exoneração. “A atitude do ex-servidor da prefeitura de Itapevi não condiz com a postura de um agente público de cargo de confiança. Por estes motivos, foi exonerado na data de ontem, com publicação veiculada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial do Município, da função de secretário adjunto. Defendo que o respeito ao próximo deve ser a premissa de todo cidadão”, afirmou o prefeito em nota.

Soares disse ainda “que todo ser humano precisa ser respeitado em seus momentos particulares. E a festa de casamento é uma ocasião especial, reservada para amigos convidados”.

O PT disse que não comentaria o episódio.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.