Publicado em 30/01/2019 às 11h57.

Toffoli autoriza Lula a sair da prisão para se encontrar com familiares em São Bernardo

Sepultamento de Vavá, irmão do ex-presidente, estava previsto para as 13h (de Brasília) desta quarta-feira (30)

Redação

 

Foto: Fellipe Sampaio/STF
Foto: Fellipe Sampaio/STF

 

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, de plantão no recesso do Judiciário, autorizou nesta quarta-feira (30) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a deixar a prisão, em Curitiba, para se despedir do irmão em São Bernardo Campo. A informação é do site G1.

Genival Inácio da Silva, o Vavá, como era conhecido, morreu na manhã de terça-feira (29), aos 79 anos.

Toffoli assegurou o direito de Lula de se encontrar com os familiares na Unidade Militar na Região e que o corpo do irmão Vavá pode ser levado até lá.

“Por essas razões, concedo ordem de habeas corpus de ofício para, na forma da lei, assegurar, ao requerente Luiz Inácio Lula da Silva, o direito de se encontrar exclusivamente com os seus familiares, na data de hoje, em Unidade Militar na Região, inclusive com a possibilidade do corpo do de cujos ser levado à referida unidade militar, a critério da família”, decidiu o presidente do Supremo.

Segundo o pedido apresentado ao STF, o velório ocorre desde terça-feira (29), e o sepultamento estava previso para as 13h desta quarta-feira (30), em São Bernardo do Campo, em São Paulo.

O ex-presidente teve o mesmo pedido rejeitado por instâncias inferiores, mas reverteu a decisão na Suprema Corte.

PUBLICIDADE