Publicado em 02/12/2016 às 08h50.

Após assaltos, Ufba vai monitorar entrada de carros e motos

A instituição, não detalhou, porém, como será feito esse monitoramento nem quando ele será iniciado

Redação
Foto: Divulgação Ufba
Foto: Divulgação Ufba

 

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) informou em nota divulgada nesta quinta-feira (1º) em seu site oficial que, por causa dos furtos, assaltos e episódios de agressão nos arredores dos campi, que vêm sendo relatados com frequência nos últimos dias, vai passar a realizar o monitoramento do acesso de carros e motos na instituição.

A instituição, não detalhou, porém, como será feito esse monitoramento nem quando ele será iniciado. Adiantou apenas que a implantação será a curto prazo. Conforme a assessoria de comunicação da universidade, a decisão de começar a controlar o acesso foi tomada, mas a operação ainda está sendo definida.

No texto a Ufba diz que “mantém contratos de prestação de serviços de vigilância, portaria e monitoramento eletrônico de suas áreas, para os quais desembolsa recursos da ordem de R$ 38 milhões por ano, o que representa 30% de seu orçamento de custeio.”

Ainda segundo a instituição, “o serviço de segurança conta com 490 vigilantes, 300 agentes de portaria e mais de 500 câmeras, que atuam nos campi da universidade 24 horas por dia e tem sido bem sucedido ao longo dos anos.”.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.