Publicado em 15/04/2016 às 10h40.

Bancários fazem paralisação e aderem a ato pró-Dilma

Agências abrem com uma hora de atraso e parte da categoria vai participar de movimentos contrário ao impeachment às 15h, no Campo Grande

Redação
Área interna do banco, em Canudos. (Foto: Jandeilson Melo)
Foto: Jandeilson Melo

 

As agências bancárias no Centro de Salvador e nas principais cidades baianas abrem com uma hora de atraso, às 11h, nesta sexta-feira (15). A paralisação da categoria é parcial e faz parte do Dia Nacional de Luta e Paralisações contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Parte da categoria também vai participar de um ato “a favor da democracia e contra o golpe”, que acontece às 15h, no Campo Grande. Conforme o Sindicato dos Bancários, não há paralisação prevista para o fim do expediente da categoria nesta sexta-feira.



Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.